Nova Friburgo

Prefeitos

Esta relação foi obtida no site da Prefeitura Municipal de Nova Friburgo h alguns anos, antes de sua reformulação.



DR. GALDINO DO VALLE FILHO
(07/01/1914 a 08/01/1916)

Prestigioso chefe político esteve à frente da administração municipal, não só nesse período de dois anos, como em outro de menor duração, sempre demonstrando sua alta capacidade admnistrativa, dirigida para as iniciativas úteis à coletividade. Governou por mais duas vezes, nos períodos de 21/04/1923 a 05/05/1923 e 03/01/1927 a 19/04/1927. Na interinidade destes períodos revelou sempre suas qualidades de administrador.



DR. EVERARD DE ANDRADE
(28/08/1916 a 29/05/1917)

Primeiro Prefeito do município nomeado quando exercia a função de Promotor Público. Apesar do escasso tempo em que exerceu a função executiva, e de encontrar o País conturbado em sua indecisão de participar da 1a Guerra Mundial, o Dr. Everard Barreto de Andrade procurou realizar à frente do POder Executivo, obras de vulto. Sem se descuidar da Instrução Pública, iniciou a pavimentação das principais ruas da cidade.



DR. SÍLVIO FONTOURA RANGEL
(13/11/1917 a 25/05/1918)

Exerceu por três vezes o Governo Municipal. No primeiro período de 08/01/1916 a 28/08/1916 e depois de 02/12/1918 até 03/01/1919. No período intermediário o País se encontrava em guerra contra a Alemanha. Dedicou-se principalmente a remodelação urbanística da cidade, embelezando e modificando a atual Praça Presidente Getúlio Vargas, e prosseguindo a pavimentação dos logradouros públicos.



DR. GUSTAVO LIRA DA SILVA
(03/01/1919 a 25/05/1918)

Prosseguiu nos trabalhos de pavimentação das ruas da cidade ampliando de iluminação os logradouros públicos, dedicando-se às zonas rurais do município, com a abertura de estradas municipais, bem como criando a conserva permanente das mesmas sob a responsabilidade da administração, facilitando portanto, as comunicações entre os distritos friburguenses, dando maior impulso ao comércio entre a cidade e o campo.



DR. BALTHAZAR DA SILVEIRA
(09/05/1927 a 31/12/1929)

O seu governo pavimenta os logradouros do centro urbano; com uma receita de apenas quatrocentos e cinqüenta contos de réis, efetua esses melhoramentos em parte da Av. Alberto Braune, toda a Praça Getúlio Vargas, Ruas Francisco Mielle e General Osório até a antiga estação de cargas; bem como em quase todas as transversais à Praça Getúlio Vargas. No seu governo, funda-se a firma H. Gaiser, dedicando-se à construção civil.



DR. ARNALDO PINHEIRO BITTENCOURT
(31/12/1929 a 28/10/1930)

último Prefeito no período anterior a Revolução de 1930. Realizava profícua administração interessando-se sobre modo com a instrução primária municipal, quando o seu mandato foi interrompido pelo movimento revolucionário, desencadeado pela Aliança Liberal e vitorioso em 24 de outubro de 1930. O Dr. Arnaldo Pinheiro Bittencourt é então substituído no governo por uma junta governativa.



CARLOS ALBERTO BRAUNE
(28/10/1930 a 21/12/1930)

Os Srs. José Galiano das Neves e Carlos Alberto Braune componentes da Junta Governativa, empossada pelo Movimento Revolucionário de 1930, tiveram a missão de instalar a administração municipal dentro de novas normas administrativas, entregando-a ao Dr. José de Souza Miranda, por designação do Governo do Estado, cuja gestão abrangeu o período de 21/12/1930 a 28/06/1932.



DANTE LAGINESTRA
(03/12/1935 a 25/12/1946)

Governou todo esse período com duas interrupções: a primeira de 04/05 a 29/07/1936 em virtude de ser candidato a Prefeito e a segunda de 10/11/1945 a 12/04/1946 em razão do Movimento Militar pela reconstitucionalização do País. O seu governo constrói a represa e adutora do Debossan que até hoje abastece de água a cidade, pavimentou grande número de logradouros públicos; ampliou a rede de escolas municipais e conseguiu com o Governo Estadual a construção do Centro de Saúde, postos de saúde na zona rural e dos grupos escolares localizados no Debossan e na estrada que vai para Lumiar, bem como as pontes Renato Albino e de ligação entre as duas avenidas beira-rio. Promove o levantamento da planta cadastral da cidade e do projeto da rede geral de esgotos.

O seu governo se inicia na interventoria do Almirante Ari Parreiras, proseguindo com a constitucionalização do País, com o Almirante Protógenes Guimarães de cujo governo recebe Nova Friburgo apoia a sua administração. Governa o Sr. Dante Laginestra o município sob o império de uma Constituição, para logo depois do golpe de 10 de novembro de 1937, contnuar como Prefeito nomeado pela interventoria do Almirante Amaral Peixoto.

O Sr. Dante Laginestra veio para o governo precedido de dois grandes nomes que também governaram com dignidade Nova Friburgo, os Srs. José de Souza Miranda e Hugo Floriano Mota, o primeiro substitui a Junta Governativa (21/12/1930 a 28/06/1932) e o segundo de 28/06/1932 a 14/11/1935, realiza a construção da segunda ligação com o distrito de Amparo; a Estrada do Ziz-Zag, a ponte da Rua Leuenroth, além de ponderável área de calçamento. Promove a construção pelo Governo Federal, do prédio da Agência Postal Telegráfica.



DR. CÉSAR GUINLE
(12/10/1947 a 31/01/1951)

O seu governo promoveu a pavimentação de logradouros no bairro de Olaria; abre a Av. Suíça, a margem do Rio Bengalas; cria o Colégio Municipal Rui Barbosa, desenvolve o ensino municipal, firma convênio com a Fundação Getúlio Vargas para a instalação do "Colégio Nova Friburgo"; costrói o Hospital Regional em convênio com a União e faz a modificação do Código Tributário, possibilitando maiores arrecadações ao Município.

Durante o seu governo é feita a ligação rodoviária com o Estado da Guanabara, pelos governos Estadual e Federal; ução de 120 casas populares na Olaria do Cônego e Grupo Escolar Padre Yabar; construção de galerias de esgotos e águas pluviais, conclusão da dragagem do Rio Bengalas; melhoramentos na adução e distribuição de água e extensão da rede de abastecimento. Regularização do serviço de fornecimento de energia. Aquisição do controle acionário da Telefônica e início da construção e instalação do sistema automático.

Construção de estrada ligando a sede ao 5o Distrito e melhoramentos da rede rodoviária municipal. Constrói o novo Matadouro Público. Cria em colaboração com o Estado, o serviço de assistência médica aos distritos e instala um posto em Olaria, fazendo também obras de saneamento nesse bairro. A Assistência Médico-Sanitária do Município, no seu governo, é uma das mais completas do Estado do Rio de Janeiro e é prestada pela Santa Casa de Misericórdia, pelo Instituto de Pronto Socorro e Policlínica, pela Casa de Saúde Nova Friburgo, pelo Sanatório Naval, pela Legião Brasileira de Assistência, que mantém um Posto de Puericultura e Centro de Saúde, na sede do Município, e três postos de higiene nos distritos.



JOSÉ EUGÊNIO MueLLER
(31/01/1951 a 28/10/1955)

Durante o seu governo foi estendida a rede de abastecimento de água até a localidade de Fazenda do Cônego; promoveu o alargamento da Rua Mac-Niven, entrada da cidade; realizou obras de pavimentação de logradouros públicos e ampliação da rede de abastecimento de água. Adquiriu os terrenos da Vila Amélia, em combinação com o SESI. Construiu vários trechos de estradas rurais.



DR. FELICIANO DA COSTA
(31/01/1955 a 31/01/1959)

Dentre as obras de sua administração, destacam-se as pontes das Ruas Comandante Ribeiro de Barros, Padre-Yabar e Henrique Zamith; a pavimentação de logradouros; remodelação das Praças do Suspiro e 1 de Março; organização da Biblioteca Pública Municipal, e em colaboração como o Governo Estadual a construção do Grupo Escolar Dr. Feliciano da Costa, em Conselheiro Paulino.



DR. AMÂNCIO MÁRIO DE AZEVEDO
(31/01/1959 a 31/01/1963)

O seu governo realizou, entre outras obras, o calçamento de 106 ruas, perfazendo um total de aproximadamente 190.000 metros quadrados, abrangendo os distritos friburguenses: Cidade de Nova Friburgo; Riograndina; Campo do Coelho; Amparo; Lumiar e Conselheiro Paulino. A construção de pontes, galerias, aberturas de estradas. Constrói o prédio da Academia Friburguense de Letras. Promoveu a criação e adaptação das instalações do Centro de Arte, iluminação da Praça Getúlio Vargas, construção da Praça Santa Luzia, realização dos Jogos Florais, Congresso Nacional dos Jornalistas, Congresso Fluminense de Municípios e Exposição Internacional de Fotografias.

No seu governo, também inaugura-se o serviço interurbano em tráfego mútuo com a Companhia Telefônica Brasileira, o serviço de microondas, assim facilitando as ligações com o Rio de Janeiro, Niterói e outras cidades do País. A Câmara Municipal, colaborando com o Executivo, compõe-se dos seguintes edis: Amadeu Villa, Dr. Luiz Gonzaga de Oliveira e Silva, Dr. João Luiz Aguilera Campos, Geraldo Moura, Dr. Jorge El-Jaick, Celcyo Folly, Lafayete Bravo, Alencar Pires Barroso, Friedrich Buckhardt, Jorge de Almeida Rios, Joffre Martins da Costa, Herculano Knust, Pio Francisco de Oliveira, Dr. Pedro Knust e João Batista da Silva.



AMADEU VILLA
(05/09/1962 a 08/10/1962)

Assume o Governo Municipal no impedimento do Prefeito Amâncio Mário de Azevedo, que se candidatara Deputado Estadual. O Sr. Amadeu Villa empenhou-se em prosseguir nas obras do Prefeito efetivo, destacando-se entre suas realizações: reforma da rede de abastecimento de água das ruas Ernesto Brasílio e Eduardo Salusse; escada de acesso ao Morro Santa Therezinha e mudança do Monumento da Praça do Expedicionário.



DR. VANOR MOREIRA
(31/01/1963 a 04/04/1964)

Assumindo a administração,cuidou de por em dia as finanças municipais, sendo de seu programa administrativo, melhorar as redes de abastecimento de água da cidade, inclusive a distribuidora. Adquiriu vultosa quantidade de canos de ferro para a realização desses serviços (em 1964), o que não pôde fazer, tendo em vista haver renunciado ao cargo por ocasião da Revolução de 31 de março de 1964.



DR. HERÓDOTO BENTO DE MELLO
(04/04/1964 a 31/01/1967)

Com a vitória da Revolução de 31 de março de 1964, e a conseqüente renúncia do prefeito que governava o Município, assume o Poder Executivo. Inicia sua administração promovendo importantes reformas administrativas, como a criação e instalação de novos órgãos municipais: Fundação Educacional e Cultura de Nova Friburgo, Serviço Autônomo de água e Esgotos, Diretoria dos Serviços Urbanos e Urbanismo e Obras; Serviço de Turismo e Certames, Serviços de Assistência Social, Implantou novo Código Tributário. Realizou inúmeros planos de obras dentre as quais, a remodelação completa do primeiro trecho da Praça Getúlio Vargas, da Praça Marcílio Dias e Praça 1 de Maio, em Olaria.

Convênio com o IBAM para a reorganização dos serviços municipais. Convênio para financiamento do novo sistema de abastecimento de água. Aparelhou as repartições municipais de mobiliário condigno e máquinas modernas; adquiriu nova frota de veículos e máquinas de terraplanagem. Em colaboração com o Estado constrói inúmeras salas de aula. Reestruturou o funcionalismo e realizou obras públicas diversas: alargamento de avenidas, reconstrução de jardins, iluminação pública, pavimentação, obras viárias e estradas.

Criação e instalação da Procuradoria Municipal, do Serviço de Oficinas e Transportes, e ainda dentro das reformas feitas nos órgãos municipais, a criação das Administrações Regionais. Promove também, a realização do Cadastro Imobiliário e a implantação do Plano Diretor da Cidade.



JOAQUIM SYDNEI SOARES
(06/06/1965 a 30/06/1965)

Vitoriosa a Revolução de 31 de março de 1964, é nomeado Prefeito pelo Governador Paulo Torres o Engenheiro Heródoto Bento de Mello. Ausentando-se do Governo passa o cargo ao Sr. Joaquim Sydnei Soares, que o exerce apenas 24 dias. Durante esta interinidade, se limita assinar o expediente e dar prosseguimento s obras iniciadas pelo titular efetivo.



DR. AMÂNCIO MÁRIO DE AZEVEDO
(31/01/1967 a / / )

Elege-se para ocupar pela segunda vez a chefia do Poder Executivo , tendo como companheiro de chapa, eleito Vice-Prefeito, o Sr. Lafayete Bravo Filho. Toma posse a 31/01/1967. No atual governo realiza a construção de novos grupos escolares, abertura de estradas e caminhos, melhoria do serviço de limpeza urbana, da rede de esgoto dos distritos e calçamento das ruas; implanta a Nova Feira Livre, proporcionando melhor abastecimento de gêneros alimentícios população. Solicita do Governo da República, financiamento para as obras de ampliação do abastecimento de água da cidade. Promove entendimentos com o Governo do Estado. Dr. Geremias Fontes, para assegurar obras complementares de instalação da Subestação, a fim de solucionar problema de energia elétrica de Nova Friburgo.

No distrito de Lumiar foi reconstruído o subposto de higiene, iniciado o calçamento da sede do distrito e os estudos para remodelação da Praça Carlos Maria Marchon; além disso, foi feita aquisição junto ao Ministério da Educação e Cultura de um Parque Infantil. Construiu bueiros e manilhamentos em vários pontos críticos das estradas e promoveu a construção da nova usina elétrica de São Pedro. A colocação de um transformador em Campo do Coelho para abastecer a região de energia elétrica, foi feita com o auxílio da Companhia de Eletricidade de Nova Friburgo.

No departamento de turismo, mantém, através do Serviço de Informação e Divulgação, contatos com jornais, revistas e emissoras de rádio e televisão, para maior promoção do Município. Os festejos de Maio, o III Festival de Teatro Amador de Nova Friburgo, I Congresso Hípico Nacional de Inverno com a participação de vários Estados. Prepara os festejos do Sesquicentenário da Fundação de Nova Friburgo.